Minha foto
Araraquara, São Paulo, Brazil
Graduado em Fisioterapia pela Universidade Paulista. Especialização em Quiropraxia pela ANAFIQ- Associação Nacional de Fisioterapia em Quiropraxia. Pós Graduação em Fisioterapia Ortopédica e Desportiva pela Universidade Cidade de São Paulo- UNICID Coordenador do Grupo de Estudos em Postura de Araraquara. –GEP Membro da Associação Nacional de Fisioterapia em Quiropraxia- ANAFIQ/ Membro da Associação Brasileira de Fisioterapia Manipulativa- ABRAFIM/ Membro da Associação Brasileira de Pesquisa em Podoposturologia –ABPQ PODO/ Formação em RPG, SGA, Estabilização Segmentar Lombar e Cervical, Pilates, Podoposturologia, Quiropraxia,Reabilitação Funcional, Kinesyo Tape ,Dry Needling,Mobilização Neurodinâmica, Técnica de Flexão-Distração para Hérnias Lombares e Cervicais. Formação no Método Glide de Terapia Manual. Atualização nas Disfunções de Ombro, Quadril , Joelho e Coluna ( HÉRNIAS DISCAIS LOMBARES E CERVICAIS). ÁREA DE ATUAÇÃO: Diagnóstico cinético-funcional e reabilitação das disfunções musculoesqueléticas decorrentes das desordens da coluna vertebral. AGENDAMENTO DE CONSULTAS PELO TELEFONE 16 3472-2592

REGRAS DO SITE

OS ARTIGOS CONTIDOS NESTE SITE TEM APENAS O INTUITO DE INFORMAR , POR ISSO NÃO FAZEMOS DIAGNÓSTICOS OU TRATAMENTO PELO SITE E EM HIPOTESE ALGUMA QUEREMOS SUBSTITUIR UMA CONSULTA PARA MAIS DETALHES ENTRE EM CONTATO E MARQUE UMA CONSULTA COMIGO (FISIOTERAPEUTA)OU COM SEU MÉDICO DE CONFIANÇA.

ME RESERVO O DIREITO DE RESPONDER APENAS COMENTÁRIOS COM IDENTIFICAÇÃO E E-MAIL E QUE SEJA PERTINENTE AO CONTEUDO DO SITE( NÃO FAÇO DIAGNÓSTICO OU TRATAMENTO PELA INTERNET).

AS PERGUNTAS SEM E-MAIL EM ANEXO NÃO SERÃO RESPONDIDAS.

AS RESPOSTAS NORMALMENTE NÃO SÃO PUBLICADAS POIS RESPEITAMOS A INDIVIDUALIADE DOS PACIENTES ,CADA CASO É ÚNICO.

Translate

Visualizações

Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de junho de 2010

A Ruptura do Tendão Patelar do Joelho

A Ruptura do Tendão Patelar do Joelho
--------------------------------------------------------------------------------





O tendão patelar é um ligamento que conecta dois ossos (patela e tíbia) e integra o aparelho extensor do joelho. Sua importância é fundamental nos movimentos do joelho.

As rupturas do tendão patelar são relativamente raras e geralmente unilaterais. A verdadeira freqüência com que ocorre na população de esportistas é desconhecida, mas são observadas mais frequentemente numa população de indivíduos com idade inferior a 40 anos.

O treinamento esportivo geralmente beneficia as qualidades e características dos tendões, porém, a intensidade e freqüência com que certas cargas são aplicadas aos tendões, podem ser, por vezes, perigosas e preocupantes. A capacidade de remodelação dos nossos tendões frente às cargas impostas é ainda motivo de pesquisas e interesse científico.

O mecanismo típico da lesão é a contração excêntrica violenta do músculo quadríceps com o pé fixo ao chão e o joelho flexionado na aterrissagem de um salto. Este mecanismo independe de um traumatismo direto sobre o joelho.

Nem só os atletas sofrem rupturas dos tendões, o que significa que cargas desproporcionalmente elevadas em relação à capacidade de resistência dos tendões podem provocar rupturas. Tendões doentes são vulneráveis, porém a maioria deles é assintomática, o que diminui a percepção do indivíduo sobre o problema. A força estimada para ocorrer a ruptura é superior a 17 vezes o peso corporal, porém tal intensidade pode ser atingida em algumas modalidades esportivas, sem que ocorra qualquer alteração do tendão. Tal fato se deve a múltiplos fatores de adaptação ao esforço e à condição genética.

A história mais freqüente é o aparecimento de dor súbita e incapacidade de extensão ativa do joelho. O exame físico revela deformidade (patela alta ou luxada), inchaço, hematoma e limitação funcional. As radiografias avaliam a condição óssea da patela e os exames de ultrasom e ressonância magnética permitem a avaliação das características da ruptura (extensão e localização) e das lesões associadas.

A ruptura do tendão é totalmente incapacitante, resultando na inabilidade de realizar a extensão completa do joelho. Localiza-se no sítio de enfraquecimento do tendão, como resultado de degeneração crônica. Tal degeneração associa-se a microtraumas repetitivos e distúrbios de adaptação às cargas impostas durante a atividade física. O ponto de ruptura mais comum ocorre geralmente na transição entre o osso da patela (pólo inferior) e o início do tendão, mas pode ocorrer no meio do tendão ou na inserção óssea na tíbia .

Outros fatores predisponentes às rupturas são descritos como: múltiplas infiltrações de corticosteróides, usuários de esteróides anabólicos, diabetes, insuficiência renal crônica, artrite reumatóide, lúpus eritematoso sistêmico e nos usuários crônicos de corticosteróides. Os pacientes submetidos a algumas cirurgias do joelho também podem sofrer rupturas, como: artroplastias totais (próteses), reconstrução do ligamento cruzado anterior com enxerto do tendão patelar e após a remoção cirúrgica de áreas de tecido degenerado.

A intervenção cirúrgica precoce e adequada permite a recuperação do movimento e da força. Avanços recentes nas técnicas cirúrgicas permitem a reabilitação mais precoce dos pacientes operados e a utilização de enxertos (tendão do semitendíneo e grácil) para reforçar a sutura do tendão é também utilizada de rotina nos reparos cirúrgicos.

Degeneração não é inflamação e esta diferença pode ser avaliada por métodos de diagnóstico por imagem (ultrasom e ressonância magnética). A avaliação periódica dos principais tendões (patelar e calcâneo) permite a identificação das tendinopatias (doenças dos tendões), além de quantificar e localizar as áreas enfraquecidas, o que fornece informações importantes sobre o risco de rupturas.

Cuide dos seus tendões e bons treinos !

18 comentários:

  1. Boa tarde,

    tive um deslocamento da patela que ocasionou o rompimento total do ligamento patelar. O médico inicialmente disse que não é necessário fazer a cirurgia e indicou iniciar a fisioterapia depois de 1 mês com a perna imobilizada. O tratamento está correto ou neste caso é realmente necessário a cirurgia?

    Obrigado,
    Adriano Lopes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aconteceu a mesma coisa comigo! porem eu nao sei sua idade, eu tenho 15 anos, então apenas com a perna imobilizada e fisioterapia em 2 meses eu posso voltar a correr.. Se voce tiver uma idade elevada pode ser que voce teja que realizar a cirurgia mesmo, mas vá com calma e escute o que seu médico diz!

      Abrç

      Excluir
    2. Comigo tbm aconteceu igualzinho. Mas detalhe: eu estava "parada", melhor, andando calmamente pelo shopping. Achei q essas coisas acontecessem só na pratica de algum esporte ou grande esforço no joelho. O medico tbm me passou a fisioterapia. Tenho 24 anos. estou preocupada, pois já havia me acontecido da patela sair duas vezes, e agora com o ligamento rompido, ficará mais fácil, né?

      Excluir
  2. Sharlanderson; >> chrisfapi<< piripiri -piaui1 de abril de 2011 21:55

    dr.lucas gostei muito desa sua publicação.

    sou aluno de fisioterapia do primeiro periodo adimirei muito seu trabalho parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de saber qual o tempo de recuperação para quem fez cirurgia do ligamento patelar

    ResponderExcluir
  4. TIVE UM ROMPIMENTO TOTAL PATELAR, FIZ A CIRURGIA, POREM DEPOIS DE 1 SEMANA ESTOU TENDO DORES GRANDE QUANDO LEVANTO, POIS AINDA ESTOU DE CAMA...

    É NORMAL A DOR NO MUSCULO DA BATATA?

    ResponderExcluir
  5. ooi, tbm rompi o tendão patelar, ja faz 20 dias q eu fiz a cirurgia, e não senti dores durante esse periodo, ainda estou de repouso, sem poder colocar o pé no chão!

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho 15 anos e eu rompi jogando futebol... o medico disse que com o gesso e mais fisioterapia em 2 meses eu ja posso voltar futebol, está correto? abrs

    ResponderExcluir
  7. estou com um cisto encima no tendão patelar de 21cm
    qual o tratamento ? é cirurgico? e como e a cirurgia ?

    ResponderExcluir
  8. QUANDO EU ERA MAIS NOVO TIVE VARIAS TORÇÃO NO JOELHO JOGANDO BOLA, NA VERDADE ESSA TORÇÃO ERA MAIS PISANDO EM FALSO E O JOELHO NÃO SUPORTAVA A CARGA ENTÃO EU CAIA.NUNCA FUI NO DOUTOR SEMPRE ME TRATEI EM CASA COM GELO E MOBILIZANDO.HOJE A ROTULA DO MEU JOELHO É BEM DESLOCADA MESMO ASSIM CONTINUO JOGANDO E CORRENDO ACHO QUE EU ROMPIA PARCIALMENTE O TENDÃO DA ROTULA SERA SE EU FAZER UMA CIRURGIA OU TRATAMENTO POSSO CONTINUAR JOGANDO E CORRENDO?

    ResponderExcluir
  9. como assim eu quebrei a rotula do joelho e o ligamento da patela do joelho, fiz a cirurgia e em menos de 12 horas a fisioterapeuta ja queria me ver andando e dobrando a perna por mais de 90º graus, eu quase dei um soco nela por ela dizer que não nescessita de um tempo de recuperação, daqui a pouco com menos de 14 horas pos-cirurgico o medico vem e me fala que estou de alta, como isso e possivel, fui operado no HC, e estou indignado com essa situação . . .

    ResponderExcluir
  10. FIZ A CIRURGIA A 2 MESES E AINDA NÃO COMECEI A FISIOTERAPIA.O MEDICO ME DEU 3 MESES PARA ME RECULPERAR MAIS BOLA DE NOVO ACHO MEIO DIFICIL...

    ResponderExcluir
  11. rompi o ligamento patelar em dois lugares, no dia 29 de agosto, quando estava me recuperando de uma cirurgia de condromalácia patelar, essa feita em 31 de julho estou sentindo choque no joelho, bem forte, tenho 41 anos, sou mulher, voce poderia me informar se é normal e aproximadamente o tempo de recuperação? quto tempo vou precisar até que possa colocar o pé no chão?

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde, fiz uma ruptura do tendão patelar já faz sete meses. Estive imobilizado durante 4 meses e só iniciei fisioterapia por volta das 15/16 semanas após a cirurgia.... Não estou tendo resultados e ao fim de sete meses ainda nem consigo descer ou subir escadas sem apoio... Por td o k tenho lido acho k fiquei imobilizado tempo demais. Qual o tempo correcto para o inicio da fisioterapia após este tipo de lesão e deste tipo de cirurgia? Muito obrigado.

    carlosfernandes75@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. Há uns três meses, talvez um pouco mais, tenho sentido uma dor no joelho ao mantê-lo dobrado, por exemplo na sala de aula ou no carro, e ao praticar esporte, principalmente basquete, pois o impacto com o solo de cimento é mais duro que com a areia do vôlei de praia. Também não consigo levantar a perna e esticá-la, ato que faço sem problemas com a outra perna. Dói principalmente quando pulo.
    A dor está localizada sob a patela, bem no início do tendão, e só consigo aliviá-la com gela por vinte minutos ou ao pôr três meias e dormir, mantendo o joelho aquecido.
    Tenho 16 anos, 1,92m e pretendo ser esportista profissional.
    Eu gostaria de saber se meus sintomas podem ser de ruptura do tendão patelar ou de simples ferimento no mesmo. Caso seja, o que me é recomendável fazer para a devida cura do problema?

    Agradeço já.

    ResponderExcluir
  14. Tenho 15 anos e tive a ruptura da patela jogando bola , fiz a cirurgia dia 25 de janeiro e agora estou com meia tala e com as faixas , o médico disse que naao precisarei fazer fisioterapia ! Queria saber daqui quanto tempo poderei voltar a jogar futebol ?

    ResponderExcluir
  15. rompi o tendao do joelho quando tinha 11 anos, e até hoje nao encomodou em nada, faço exercicios, ando de bicicleta direto, porém tenho receio de quando ficar mais velha (tenho 22 anos hoje) venha me encomodar.

    ResponderExcluir
  16. ola, estou gravida e rompi o ligamento do joelho tenho lupus discoide, gostaria de saber se vou poder fazer a cirurgia ou esperar até o bebe nascer?

    ResponderExcluir

Mensagens só serão respondidas com Nome e E-Mail