Minha foto
Araraquara, São Paulo, Brazil
Graduado em Fisioterapia pela Universidade Paulista. Especialização em Quiropraxia pela ANAFIQ- Associação Nacional de Fisioterapia em Quiropraxia. Pós Graduação em Fisioterapia Ortopédica e Desportiva pela Universidade Cidade de São Paulo- UNICID Coordenador do Grupo de Estudos em Postura de Araraquara. –GEP Membro da Associação Nacional de Fisioterapia em Quiropraxia- ANAFIQ/ Membro da Associação Brasileira de Fisioterapia Manipulativa- ABRAFIM/ Membro da Associação Brasileira de Pesquisa em Podoposturologia –ABPQ PODO/ Formação em RPG, SGA, Estabilização Segmentar Lombar e Cervical, Pilates, Podoposturologia, Quiropraxia,Reabilitação Funcional, Kinesyo Tape ,Dry Needling,Mobilização Neurodinâmica, Técnica de Flexão-Distração para Hérnias Lombares e Cervicais. Formação no Método Glide de Terapia Manual. Atualização nas Disfunções de Ombro, Quadril , Joelho e Coluna ( HÉRNIAS DISCAIS LOMBARES E CERVICAIS). ÁREA DE ATUAÇÃO: Diagnóstico cinético-funcional e reabilitação das disfunções musculoesqueléticas decorrentes das desordens da coluna vertebral. AGENDAMENTO DE CONSULTAS PELO TELEFONE 16 3472-2592

REGRAS DO SITE

OS ARTIGOS CONTIDOS NESTE SITE TEM APENAS O INTUITO DE INFORMAR , POR ISSO NÃO FAZEMOS DIAGNÓSTICOS OU TRATAMENTO PELO SITE E EM HIPOTESE ALGUMA QUEREMOS SUBSTITUIR UMA CONSULTA PARA MAIS DETALHES ENTRE EM CONTATO E MARQUE UMA CONSULTA COMIGO (FISIOTERAPEUTA)OU COM SEU MÉDICO DE CONFIANÇA.

ME RESERVO O DIREITO DE RESPONDER APENAS COMENTÁRIOS COM IDENTIFICAÇÃO E E-MAIL E QUE SEJA PERTINENTE AO CONTEUDO DO SITE( NÃO FAÇO DIAGNÓSTICO OU TRATAMENTO PELA INTERNET).

AS PERGUNTAS SEM E-MAIL EM ANEXO NÃO SERÃO RESPONDIDAS.

AS RESPOSTAS NORMALMENTE NÃO SÃO PUBLICADAS POIS RESPEITAMOS A INDIVIDUALIADE DOS PACIENTES ,CADA CASO É ÚNICO.

Translate

Visualizações

Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

13 de Outubro Dia do Fisioterapeuta

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Kinesio tape na podologia

Atendendo a pedidos novamente em RIBEIRÃO Preto 18/09 DOMINGO
BANDAGEM FUNCIONAIS  aprenda a aplicar e as diferenças entre kinesio Tape, Espiral Tape e Esparadrapagem.

Curso 80%prático.

O nervo vago

O nervo vago, um dos mais importantes senão o mais importante do corpo humano.
Um índice de tônus vagal alto está ligado ao bem-estar físico e psicológico. Por outro lado, um índice baixo do tônus vagal está associado a inflamação, depressão, mau humor, solidão, ataques cardíacos e AVC. Recentemente, estudos estão direcionando o tratamento de várias condições clínicas por meio da estimulação do nervo vago. Para iniciar esta série de posts, vou começar por um estudo (Kentish, Page. J Physiol 2015; 593.4:775–786) mostrando que em obesos, os sinais aferentes vagal gastrointestinal (GI) estão muito perturbados onde, há um aumento dos sinais orexigênico e diminuição dos sinais anorexigênicos, dificultando assim, o bom controle da saciedade e consequentemente o peso.
A estimulação dos sinais vagal GI se dão por meio da estimulação tanto química quanto mecânica na qual sinalizará a saciedade, que se projeta do trato GI para ativar neurônios dentro dos núcleos do cérebro responsáveis pela regulação do consumo de comida. Peptídeos, tais como leptina e grelina podem ser libertados e modular a resposta de aferentes vagais GI via estímulos mecânicos diretamente sobre as terminações nervosas locais (mecanorreceptores) modulando processos, tais como função motora, a saciedade e a ingestão de alimentos. Assim, uma dieta rica em gordura pode comprometer a sinalização vagal e levar ao ganho contínuo de peso e hiperfagia e, uma vez na ausência deste tipo de dieta, o estado de ganho e manutenção de peso pode perpetuar. Contudo, por sabermos que é mais provável que a obesidade seja caracterizada por alterações tanto por mudanças de detecção sensorial a nível local, por terminação aferente vagal periférico quanto em nível de integração de informações dentro do CNS, juntos, criarão a condição persistente de obesidade.
Portanto, creio que podemos regular a estes sinais por meio das técnicas de saturação neural por meio da PNS ou via trajeto proximal do nervo vago ou diretamente na víscera, dependendo do que o teste me indicar.

Nervo Vago 2

O nervo vago é o componente principal do sistema nervoso parassimpático, que regula o "descansar e digerir" e, para manter a homeostase, o sistema nervoso simpático impulsiona a resposta "luta ou fuga". Na grande maioria das vezes, por causa do nosso dia-a-dia, não conseguimos gerenciar este nosso estado de estresse, levando assim a grandes problemas de saúde tanto corporal quanto mental. Dois estudos mostraram os efeitos positivos da estimulação do nervo vago, um mostrou os efeitos na redução a severidade da depressão e o outro estudo demonstrou que a meditação otimizou a conectividade funcional da rede neural em modo padrão (default mode network – DMN) diminuindo o do processo inflamatório e melhorando a habilidade do cérebro em gerir o estresse e a ansiedade.
No primeiro estudo (Fang et al. Biol Psychiatry 2016; 79:266-273) os pesquisadores estimularam o nervo vago por meio de um aparelho do tipo TENS em pessoas com depressão e compararam com um grupo placebo. Avaliaram por meio da RNM funcional antes e após um mês de tratamento. Relataram que o grupo TENS mostrou resultados significativos nos sintomas da depressão por meio da melhora da conectividade funcional da DMN e o córtex precuneo e o córtex pré-frontal. No segundo estudo (Creswell et al. Biol Psychiatry 2016; 80:53-61) os pesquisadores identificaram que a prática da meditação melhora a conectividade funcional da DMN fazendo com que a pessoa tenha um bom controle de execução e atenção além de melhorar a resiliência e do estresse. Neste segundo estudo podemos fazer um paralelo com outra pesquisa onde os pesquisadores (Klarer et al. J Neurosci 2014; 34:7067-7076) mostraram que a ansiedade e o medo são ambos sujeitos a modulação visceral através de aferentes vagal abdominal pro meio da alteração do sistema de neurotransmissores do sistema límbico e não do eixo hipotalâmico-pituitário-adrenal, visto por meio da secção do nervo vago diafragmático de ratos.
Portanto, há uma ligação intrínseca entre alterações emocionais-visceral-inflamatório-vago, que podemos agir modulando a estimulação dos aferentes do nervo vago visceral, de acordo com a avaliação no PNS.

Nervo Vago 3

A palavra vago deriva do Latim e significa ambulante; isto é devido as suas múltiplas ramificações que divergem de duas raízes grossas provenientes uma do cerebelo e outra do tronco cerebral que vagam para o coração e para a maioria dos órgãos ao longo do caminho. Assim, este nervo está sempre vigilante quanto a eventos tanto interno quanto externo. Como já vimos anteriormente, o nervo vago pode ser estimulado para melhorar sintomas, por exemplo, depressivo, ansiedade, disfunções orgânicas, etc. Recentemente têm sido publicados artigos a respeito do controle do processo inflamatório através da estimulação do nervo vago. Em um estudo (Koopman et al. PANAS 2016), os autores viram que após estimularem o nervo vago, havia uma inibição da produção de citosinas e assim atenuava a severidade da artrite reumatoide.
A razão seria que as respostas inflamatórias desempenham um papel central no desenvolvimento e persistência de muitas doenças e em muitos casos, a inflamação é uma resposta do organismo ao estresse. De acordo com um estudo de revisão de literatura (Huston. Surg Infect 2012; 13:187-193) foi mostrado que o SNC reconhece a inflamação periférica via sinalização do nervo vago aferente e, desta forma, o cérebro pode atenuar as respostas imunitárias inatas periféricas. Desta forma, a redução da resposta de "luta ou fuga" no sistema nervoso e diminuindo os marcadores biológicos para o estresse, também poderiam reduzir a inflamação. Assim sendo, o nervo vago, o principal responsável por esta resposta, a estimulação tende a diminuir o processo inflamatório. Portanto, podemos esperar que a saturação neural do nervo vago através da PNS ajudaria nas respostas inflamatórias sistêmicas.

Fonte: https://www.facebook.com/posturoterapia/

JOANETE

O que é? As laterais dos pés assumem a carga no lugar do dedão, e os demais assumem a forma de "garras". Por causa da pressão dos calçados, surge na cabeça do osso sob o dedão uma bolsa dolorosa com líquido que é resultado do processo inflamatório. Por que ocorre? ...O desvio do dedão é consequência do mau uso de sapatos de salto e bico fino. O salto desloca o peso do pé para a frente, enquanto o bico estreito força a estrutura. Também pode ser fruto de herança familiar ou doenças autoimunes, como artrose e lúpus. E mulheres, muito cuidado! Para cada 01 homem, a joanete aparece em outras 16 mulheres.

PALMILHAS POSTURAIS PERSONALIZADAS

Palmilhas Posturas personalizadas. Conheça sua função e o exame de Baropodometria. As palmilhas são confeccionadas individualmente com a mais alta tecnologia de acordo com a necessidade do cliente. Buscando sempre o conforto nossas peças e materiais podais são confortáveis e resistentes. As indicações mais comuns são: -Escolioses; - Espondilolisteses; -Dores lombares, torácicas e cervicais; - Dor na Planta dos pés; - Pés planos e cavos; - Joanetes; - Esporão calcâneo; - Metatarsalgias; - Neuroma de Morton - Periostites; - Tendinites patelar, -pata de ganso e tendão do calcâneo; Pés diabéticos e diferença no comprimento dos membros. Podem ser utilizadas no tênis e sapatos. Agende um exame 16 3472-2592.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Os Trinta e Três Princípios da Quiropraxia, por R.W. Stephenson

OS 33 PRINCÍPIOS 1) A Premissa Principal Uma Inteligência Universal está em toda matéria e continuamente lhes dá suas propriedades e ações, assim mantendo-a em existência. 2) O significado Quiroprático da vida A expressão desta inteligência através da matéria é o significado Quiroprático da vida. 3) A União de Inteligência e Matéria Vida é necessariamente a união da inteligência e da matéria. 4) O Triângulo da Vida A vida é um triângulo com três fatores unidos e necessários, sendo eles Inteligência, Força e Matéria. 5) A Perfeição do Triângulo Para que exista 100% de Vida, deve haver 100% de Inteligência, 100% de Força e 100% de matéria. 6) O Princípio do Tempo Não há nenhum processo que não requeira tempo. 7) A Quantidade de Inteligência na Matéria A quantidade de inteligência para qualquer determinada quantidade de matéria é 100%, e é sempre proporcional a suas exigências. 8 ) A Função da Inteligência A função da inteligência é criar força. 9) A Quantidade de Força Criada pela Inteligência A quantidade de força criada pela inteligência é sempre 100%. 10) A Função da Força A função da força é unir inteligência e matéria. 11) O Caráter das Forças Universais As forças da Inteligência Universal são manifestadas por leis físicas; são firmes e inadaptáveis, e não tem nenhuma solicitude pelas estruturas sobre as quais elas atuam. 12) Interferência com a Transmissão de Forças Universais Pode haver interferência com a transmissão de forças universais. 13) A Função da Matéria A função da matéria é expressar força. 14) Vida Universal Força é manifestada através de movimento na matéria; toda matéria tem movimento, portanto, existe vida universal em toda matéria. 15) Nenhum Movimento sem o Esforço da Força Matéria não pode ter nenhum movimento sem a aplicação de força por uma inteligência. 16) Inteligência em Matéria Orgânica e Inorgânica Inteligência universal dá força às matérias orgânica e inorgânica. 17) Causa e Efeito Todo efeito tem uma causa e toda causa tem efeitos. 18) Evidência de Vida Os sinais da vida são evidência da inteligência da vida. 19) Matéria Orgânica O material do corpo de um ser vivo é matéria organizada. 20) Inteligência Inata Todo ser vivo nasce com uma Inteligência inata dentro de seu corpo. 21) A Missão da Inteligência Inata A missão da Inteligência Inata é manter o material do corpo de um ser vivo em organização ativa. 22) A Quantidade de Inteligência Inata Há 100% de Inteligência Inata em todo ser vivo, a quantidade requerida, proporcional a sua organização. 23) A Função da Inteligência Inata A função da Inteligência Inata é adaptar forças universais e matéria para uso no corpo, de forma que todas as partes do corpo terão ação coordenada para o benefício mútuo. 24) Os Limites de Adaptação A Inteligência inata adapta forças e matéria para o corpo contanto que possa fazê-lo sem quebrar uma lei universal, ou seja, a Inteligência Inata está limitada pelas limitações da matéria. 25) O Caráter das Forças Inatas As forças da Inteligência Inata nunca prejudicam ou destroem as estruturas nas quais eles atuam. 26) Comparação das Forças Universais e Inatas Para continuar o ciclo universal da vida, forças Universais são forças destrutivas, enquanto que forças Inatas são construtivas, com relação a matéria estrutural. 27) A Normalidade da Inteligência Inata Inteligência inata sempre é normal e sua função é sempre normal. 28) Os Condutores de Forças Inatas As forças da Inteligência Inata operam pelo, ou através do sistema nervoso em corpos animais. 29) Interferência com a Transmissão de Forças Inatas Pode haver interferência com a transmissão de forças Inatas. 30) As Causas de Desarmonia Interferência com a transmissão de forças Inatas causa descoordenação e desarmonia. 31) Subluxações Interferência com a transmissão no corpo se dá sempre direta ou indiretamente devido a subluxações na coluna vertebral. 32) O Princípio da Coordenação Coordenação é o princípio da ação harmoniosa de todas as partes de um organismo, no papel de cumprir seus ofícios e propósitos. 33) A Lei de Demanda e Provisão A Lei de Demanda e Provisão é existente no corpo em seu estado ideal; em que a ” câmara de compensação” é o cérebro, Inata o “banqueiro” virtuoso , células do cérebro, “balconistas” e células nervosas “mensageiros”.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Cervical Spine Animation

MANIPULAÇÃO CERVICAL

O funcionamento dos órgãos depende diretamente da coluna vertebral

Alterações da coluna vertebral. ·

Alterações da coluna vertebral. · Entenda um pouco sobre as alterações dos exames de imagem da coluna vertebral: A degeneração discal é um processo degenerativo comum envolvendo o núcleo pulposo. A protusão discal e abaulamento discal são termos muito freqüentes. Esses termos e diagnósticos nem sempre devem levar à preocupação, pois a maioria dos indivíduos apresenta algum grau de degeneração do disco intervertebral (desidratação do disco) ao longo da vida sem apresentar sintomas correspondentes. A hérnia de disco ocorre quando parte de um disco intervertebral sai de sua posição normal e comprime as raízes dos nervos que se ramificam a partir da medula espinhal e que emergem da coluna espinhal. Fonte: Dr. Marcelo Massahud - Tratamento da Coluna